Compliance nas Relações de Consumo: Análise das Diretrizes e Padrões Éticos da Rede Norte-Americana De Supermercados Whole Foods
PDF

Palavras-chave

Compliance
Consumer Relation
Trust. Ehical
Transparency Compliance
Relação de consumo
Confiança
Ética
Transparência

Como Citar

Bandeira, G. N. C. S. D. M. ., Garbaccio, G. L. ., & Rodrigues, P. H. G. . (2021). Compliance nas Relações de Consumo: Análise das Diretrizes e Padrões Éticos da Rede Norte-Americana De Supermercados Whole Foods. Revista Do CEJUR/TJSC: Prestação Jurisdicional, 9(1), e0386. https://doi.org/10.37497/revistacejur.v9i1.386

Resumo

O presente trabalho visa analisar as diretrizes institucionais, padrões éticos e de conduta da rede multinacional norte-americana de supermercados Whole Foods, bem como suas políticas mercantis, de forma a aprofundar em um novo paradigma da atividade empresarial com base no compliance das relações de consumo. Neste contexto, o modelo empresarial em exame engloba um comércio apenas de produtos naturais, orgânicos e sem aditivos artificiais, aliando valores intrínsecos e comportamentos extrínsecos, de forma a envolver um papel institucional e de protagonista da função social da empresa, sobretudo no elo de confiança com fornecedores e consumidores. Assim, por meio de uma síntese científica, este artigo utilizar-se-á o método de pesquisa de exploração bibliográfica, com base na análise de referências de artigos e estudos bibliográficos pertinentes.

https://doi.org/10.37497/revistacejur.v9i1.386
PDF

Referências

AZEVEDO, Leonardo Neri Candido de Azevedo; COELHO, Pedro Franco. A realidade do compliance para consumidores. 2017. Disponível em: <https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/a-realidade-de-compliance-para- consumidores>. Acesso em: 20 de agosto de 2020.

CANDELORO, Ana Paula; RIZZO, Maria Balbina Martins de; PINHO, Vinícius. Compliance 360º: riscos, estratégias, conflitos e vaidades no mundo corporativo. São Paulo: Trevisan Editora Universitária, 2012.

DINIZ, Patrícia Dittrich Ferreira; RIBEIRO, Marcia Carla Pereira. Compliance e Lei Anticorrupção nas Empresas. Revista de Informação Legislativa. ano 52, n. 205, p.87-105, mar. 2015.

FORGIONI, Paula A. A interpretação dos negócios empresariais no novo código civil brasileiro. Revista de direito mercantil, Nova série. ano 42, n. 130, p. 7-38, abr./jun. 2003.

FRAZÃO, Ana. Função social da empresa: repercussões sobre a responsabilidade civil de controladores e administradores de S/As. São Paulo: Ed. Renovar, 2011.

LEGAL ETHICS COMPLIACE. Os 9 pilares de um programa de Compliance. E-book disponível em: <https://lec.com.br/blog/os-9-pilares-de-um-programa-de-compliance/>. Acesso em: 20 de agosto de 2020.

LUCCA, Newton De. Da ética Geral à ética empresarial – São Paulo, Quartier Latin, 2009.

QUIRINO, Israel. Compliance: uma nova prática no combate à corrupção nas empresas. Disponível em: <https://jus.com.br/artigos/58928/compliance-uma-nova-pratica-no-combate- a-corrupcao-nas-empresas/1>. Acesso em: 03 de agosto de 2020.

SEN, Amartya. Sobre ética e economia. Tradução de Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

SIQUEIRA, Felipe; MICHELETTO, Francieli. Compliance Consumerista: Uma Relação De Credibilidade Entre A Entidade Corporativa e o Consumidor. Rev. de Direito, Globalização e Responsabilidade nas Relações de Consumo. ano 2018, n. 2, v. 4, p. 71-87.

GIANASI, Anna Luiza de Castro. As relações de consumo e o princípio da transparência: uma proposta de integração jurídico-normativa para o Mercosul. Revista de Direito do Consumidor. n. 58. Revista dos Tribunais: abr – jun. 2006.

IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Governança Corporativa. Disponível em: http://www.ibgc.org.br/inter.php?id=18161. Acesso em 8 ago. 2020.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.