O PRINCÍPIO DA RAZOÁVEL DURAÇÃO DO PROCESSO E SEUS CRITÉRIOS DE DEFINIÇÃO NO ÂMBITO DO SISTEMA INTERAMERICANO DE DIREITOS HUMANOS: UM ESTUDO DO CASO DAMIÃO XIMENES LOPES

Carolina Luchina Giordani Nunes

Resumo


O Brasil se comprometeu a promover a prestação jurisdicional dentro de um prazo razoável, por meio da ratificação do Pacto de São José da Costa Rica. Todavia, o legislador não logrou êxito em esvaziar o conteúdo de referido princípio. Essa questão foi analisada pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, designada para definir o tempo razoável de duração do processo em que era vítima Damião Ximenes Lopes. O presente estudo tem como finalidade a análise dos critérios utilizados pela Corte para tanto. Assim, o trabalho dividiu-se em três capítulos: análise do princípio do acesso à justiça e da razoável duração do processo; estudo do sistema global de proteção de direitos humanos como gênese do sistema regional, o Interamericano, e os principais órgãos do sistema de petição no âmbito desse último; e análise da sentença, notadamente dos critérios usados pela Corte Interamericana de Direitos Humanos para delimitar a razoável duração do processo no caso específico de Damião Ximenes Lopes. Para tal finalidade, aplicou-se o método dedutivo, utilizando-se da pesquisa do tipo qualitativo e teórico. A relevância do estudo reside na omissão de instrumentos jurídicos que definam a expressão “prazo razoável”, sendo a Corte fonte de jurisprudência que pode ser utilizada como fundamentação para outras situações em que se busque a delimitação do tema. O estudo demonstrou a importância da existência de sistemas de proteção de direitos humanos, com o fim de responsabilização dos países pela sua violação, como na hipótese do Brasil no caso Damião Ximenes Lopes.

Palavras-chave


Acesso à justiça. Prazo razoável. Sistema Interamericano de Direitos Humanos. Corte Interamericana de Direitos Humanos. Damião Ximenes Lopes.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Fernando Barcellos de. Teoria geral dos direitos humanos. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris Editor, 1996.

ANNONI, Danielle. Direitos humanos & acesso à justiça ao direito internacional: responsabilidade internacional do Estado. Curitiba: Juruá, 2003.

______ . O direito humano de acesso à justiça em um prazo razoável. 2006. 326 f. Tese (Doutorado em Direito). Área de concentração: Direito, Estado e Sociedade - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

ARAÚJO, José Henrique Mouta. Acesso à justiça & efetividade do processo: a ação monitória é um meio de superação dos obstáculos? Curitiba: Juruá, 2001.

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. Cumprimento de sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos. 8 dez. 2009.

Disponível em: http://www.aasp.org.br/aasp/noticias/visualizar_noticia.asp?id=27304&tipo=N. Acesso em: 14 maio 2013.

BRANDELLI, Ailor Carlos. O tempo e o processo: efetividade e celeridade como pressupostos para uma prestação jurisdicional digna. In: Jurisdição e processo: efetividade e realização da pretensão material. MARIN, Jeferson Dytz (coord.). Curitiba: Juruá, 2008. p.129-147.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituiçao.htm. Acesso em: 6 maio 2013 A.

______ . Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Apelação. Matéria Cível. Ação de Indenização por Danos Morais. Apelação n. 421963200080601671. Relator: Francisco de Assis Filgueira Mendes. 31 de março de 2010. Disponível em: www.tjce.jus.br. Acesso em: 14 maio 2013.

CAPPELLETTI, Mauro; GARTH, Bryant. Acesso à justiça. Tradução de Ellen Gracie Northfleet. Porto Alegre: Fabris, 1988.

COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Relatório nº 38 /02. Admissibilidade petição 12.237, Damião Ximenes Lopes, Brasil. 9 de outubro de 2002. Disponível em: http://www.cidh.oas.org/annualrep/2002port/brasil12237.htm. Acesso em: 13 maio 2013.

COMPARATO, Fábio Konder. A afirmação histórica dos direitos humanos. São Paulo: Saraiva, 1999.

CONSELHO EUROPEU. Convenção européia de direitos humanos. 1950. Disponível em http://www.oas.org/es/cidh/expresion/showarticle.asp?artID=536&lID=4. Acesso em: 15 maio 2013.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Sentença. Ximenes Lopes versus Brasil. 4 de julho de 2006. Disponível em: http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_149_por.pdf. Acesso em: 13 maio 2013.

DIAS, Ronaldo Brêtas de Carvalho. Direito à jurisdição eficiente e garantia da razoável duração do processo na reforma do judiciário. Revista Processo, São Paulo, v. 128, p. 164-174, out. 2005.

GALLI, Maria Beatriz; DULITZKY, Ariel E. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos e o seu papel central no Sistema Interamericano de Proteção dos Direitos Humanos: 2000. In: O sistema interamericano de proteção dos direitos humanos e o direito brasileiro. GOMES, Luiz Flávio; PIOVESAN, Flávia (Coord.). São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.

GOMES, Luiz Flávio. As garantias mínimas do devido processo criminal nos sistemas jurídicos brasileiro e interamericano: estudo introdutório. In: O sistema interamericano de proteção dos direitos humanos e o direito brasileiro. GOMES, Luiz Flávio; PIOVESAN, Flávia(Coord.). São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.

MARINONI, Luiz Guilherme. Efetividade do processo e tutela de urgência. Porto Alegre: Fabris, 1994.

NALINI, José Renato. O juiz e o acesso à justiça. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.

OEA. Convenção americana de direitos humanos. 1969. Disponível em: http://www.cidh.oas.org/Basicos/Portugues/c.Convencao_Americana.htm. Acesso em: 15 maio 2013.

OBSERVATÓRIO DE SAÚDE MENTAL & DIREITOS HUMANOS. Justiça condena envolvidos do caso Damião Ximenes. 7 de abril de 2010. Disponível em: http://osm.org.br/osm/justica-condena-envolvidos-caso-damiao-ximenes/. Acesso em: 13 maio 2013.

OLIVEIRA, Vallisney de Souza. O Brasil na corte interamericana de direitos humanos. Fórum de entidades nacionais de direitos humanos. 2 de julho de 2007. Disponível em: http://www.direitos.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3523&Itemid=. Acesso em: 13 maio 2013.

PIOVESAN, Flávia. Introdução ao sistema interamericano de proteção dos direitos humanos: a convenção americana de direitos humanos. In: O sistema interamericano de proteção dos direitos humanos e o direito brasileiro. GOMES, Luiz Flávio; PIOVESAN, Flávia (Coord). São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.

_____ Igualdade, diferença e direitos humanos: perspectivas global e regional. In: Igualdade, diferença e direitos humanos. SARMENTO, Daniel; IKAWA, Daniela, PIOVESAN, Flávia (Coord.). Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2010.

PRONER, Carol. Os direitos humanos e seus paradoxos: análise do sistema interamericano de proteção. Porto Alegre: Fabris, 2002.

RAMOS, André de Carvalho. Processo internacional de direitos humanos: análise dos sistemas de apuração e violações dos direitos humanos e a implementação das decisões no Brasil. Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

ROSATO, Cássia Maria; CORREIA, Ludmila Cerqueira. Caso Damião Ximenes Lopes: Mudanças e Desafios após a Primeira Condenação do Brasil pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. SUR- Revista internacional de direitos humanos. 2011. Disponível em: http://www.surjournal.org/conteudos/getArtigo15.php?artigo=15,artigo_05.htm. Acesso em: 13 maio 2013.

SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos direitos fundamentais. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2001.

SILVA, Saulo Medeiros da Costa. A condenação do Brasil na corte interamericana de direitos humanos no caso “Ximenes Lopes” e a postura do Estado brasileiro no processo de garantia de direitos humanos. Jus Navigandi. 2012. Disponível em: http://jus.com.br/revista/texto/21056/a-condenacao-do-brasil-na-corte-interamericana-dedireitos-humanos-no-caso-ximenes-lopes-e-a-postura-do-estado-brasileiro-no-processo-degarantia-de-direitos-humanos. Acesso em: 13 maio 2013.

TAVARES, Fernando Horta (coord.). Tempo e processo. In: Urgências de tutela, processo cautelar e tutela antecipada: reflexões sobre a efetividade do processo no Estado democrático do direito. Curitiba: Juruá, 2008.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ. Caso Damião: justiça condena envolvidos a pagar R$ 150 mil de indenização. 31 de março de 2010. Disponível em: http://www.tjce.jus.br/noticias/noticia-detalhe.asp?nr_sqtex=17312. Acesso em: 13 maio 2013.

TUCCI, José Rogério Cruz e. Tempo e processo: uma análise empírica das repercussões do tempo na fenomenologia processual (civil e penal). São Paulo: Revista dos Tribunais, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista do CEJUR/TJSC: Prestação Jurisdicional

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista do CEJUR/TJSC: Prestação Jurisdicional. ISSN: 2319-0884
Tribunal de Justiça de Santa Catarina. CEJUR - Academia Judicial
Rua Almirante Lamego, 1386 - Centro - CEP 88015-601 - Florianópolis - SC